Ecopontos em escolas de Conchal passarão a coletar óleo de cozinha

 

A partir de setembro, os Ecopontos, implantados pela Prefeitura de Conchal, através do Departamento Municipal de Saneamento Básico e Meio Ambiente, para descarte de matérias recicláveis, passarão a coletar óleo de cozinha.

O óleo de cozinha, que não será mais utilizado, deverá ser acondicionado em garrafa PET e levado até um dos ecopontos, para ser destinado corretamente, pois trata-se de um resíduo extremamente perigoso para a natureza. Para isso, foram disponibilizados recipientes, igual ao da imagem.

Sobre os Ecopontos

Ao todo, são 28 Ecopontos, distribuídos em todas as escolas da Rede Municipal e Estadual de Ensino, APAE e particulares.

Os locais estão identificados por faixas e os alunos levaram para a casa um panfleto explicativo sobre alguns dos materiais que podem ser descartados.

São eles: plásticos - garrafas pets, frascos de detergentes, óleos, amaciantes e de sabão líquido; caixas de tetra Pack - caixas de leite, de molhos, de seleta, de ervilha, de milho, de leite condensado e creme de leite; latas de óleo, de massa de tomate, de seleta, de milho, de ervilha, de leite condensado, de creme de leite e de pescados como sardinha e atum.

Sobre a implantação dos ECOPONTOS

A implantação dos ECOPONTOS faz parte do Projeto Guardiões da Natureza, desenvolvimento pela Divisão de Meio Ambiente, que observou o aumento do volume de resíduos sólidos enviados para o aterro sanitário, onde deveria exclusivamente receber rejeitos que não tem mais utilização (não reciclável).

A proposta é conscientizar as crianças para que iniciem desde cedo à prática de separação do material reciclável dos rejeitos que vão para os aterros por não terem mais utilidade.

Além dos ECOPONTOS, há palestras em escolas, distribuição de botons de "GUARDIÕES DA NATUREZA" para as crianças e premiação no final do ano.