Médico que trabalhava em Conchal morre carbonizado em acidente na SP-191

Cristiano Panza, de 30 anos, seguia para uma festa de confraternização quando o carro bateu na traseira de um caminhão na Rodovia Wilson Finardi.

Um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) morreu em um acidente na noite de quinta-feira (14). O carro de Cristiano Panza, de 30 anos, que seguia sentido Araras, bateu contra a traseira de um caminhão no km 42 da Rodovia SP 191. O médico teria trocado um plantão em Conchal e seguia para confraternização do Samu de Araras.

Cristiano Panza que era médico do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e de uma UPA de Araras, também trabalhava no Pronto Socorro de Conchal e era médico residente de pediatria na Santa Casa de Limeira.

Segundo a Polícia Rodoviária, o acidente aconteceu no km 42, quando por razões desconhecidas Lanza perdeu o controle da direção do veículo e bateu contra a traseira de um caminhão carregado com ferro.

Com o impacto, o médico ficou preso às ferragens. O motorista do caminhão e um motociclista que passava no momento do acidente tentaram retirar o médico do carro, que começou a pegar fogo.

Eles chegaram a quebrar o vidro traseiro do veículo, mas as chamas se alastraram rapidamente e o médico morreu carbonizado.

O corpo do médico foi enviado para o Instituto Médico Legal (IML) de Limeira para posterior liberação à família. A ocorrência foi apresentada no Plantão Policial de Araras. Com informações do G1.